Wednesday, August 01, 2007

- estou toda de cabeça pra baixo. ela disse.

ele riu, assustado. Parecia ver seu pé na cabeça e a cabeça arrastando no chão. Quis girar tudo, mas teve medo de com isso virar o mundo -ele- ao contrário também.

- é que as coisas têm sua ordem própria.

os dois riram debochados.

Ela foi até o meio da sala e deu um passo de dança, fez sinal à ele, para que se aproximasse. Ele agradeceu com a cabeça.
depois disso dançaram a noite toda, e depois não mais.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

por conta do nosso ar condicionado central estamos pensando em por cadeirinhas de praia com guarda-sol em frente a porta.
Mais parece poster de filme. Tomando nosso mate, fumando um cigarro, com a gata dentro de uma caminha e o sentimento de casa, que as vezes só o deslocamento traz. O da casa própria, que não é a que se vende no baú.
E repartir a casa mais uma vez. E outra.

Estamos todos partindo.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

0 Comments:

Post a Comment

<< Home