Wednesday, August 09, 2006

impressões do Rio 1

Dormi a viagem inteira. Sentia-me tão cansada que não tive forças nem para olhar a estrada amanhecer. Apenas lamentei não ter a câmera fotográfica funcionando, senti alguns receios de saudade e caí para o lado.

Estou agora exatamente onde passei praticamente toda a minha vida.
e saí-o.

Tinha esquecido de como era a visão da pedra desse ângulo, ou de como vejo um pedaço daquele quarto mal iluminado, que era o meu, daqui.
Tinha quase esquecido.

Mas aqui, faz sol sobretudo.
e cristina me disse hoje: "eu prefiro calor. O frio é muito triste". eu, que andava distraída, murmurei "hã?" ao que ela me respondeu "é, no frio, toda pancada dói muito".
Não sei exatamente o que cristina quis dizer. Mas eu entendi muita coisa.

muitas pessoas tem reaparecido aqui. Me assusto. depois entendo, e sorrio.

e o mais dificil ainda é quando sinto uma presença que ainda hoje me dá saudade. Independente de espaço. Agora mesmo aconteceu. O vento cessou, o sol abaixou e entrou pela janela um pedaço de sentimento, já um tanto envelhecido.
quase consegui pega-lo com as mãos.

.....................................................................................


hoje hana-bi no odeon.

e daniel acabou com minha possibilidade de escrever me enviando musicas do almir guineto.
"dona celestina, me dá água pra beber?"

1 Comments:

Blogger Carolina said...

Dores na alma amenizam com dores físicas, adoro o frio.

2:33 PM  

Post a Comment

<< Home